DiaPositivo na rede

  • No public Twitter messages.
  • Archive: ‘Quarta ao meio’



    4ª ao meio #022 | Fotografia São Paulo

    quarta-feira, novembro 30th, 2011

    Comecei a fotografar com uma Pentax K1000 e uma Olympus, adorava (adoro) o T-MAX P3200 e cromos/slides (vem daí o nome diapositivo). Recomendo a todos os novos fotógrafos adquirirem uma câmera analógica, de preferência essa Pentax que mencionei (barata e PERFEITA) e descobrirem como é fotografar em filme. Outra glória é revelar seus próprios filmes e ampliar as fotos. Pura mágica, algo que todos deveriam tentar pelo menos uma vez na vida.

    Com o slide o maior desafio é a composição. Tem que ser perfeita… depois do botão apertado não há cortes… um exercício e tanto. Sinto falta e pretendo em breve ‘reativar’ minhas câmeras analógicas.

    Pesquisando imagens para a Quarta ao 1/2 encontrei algumas fotos (scanneadas) feitas em Montréal e Havana em cromo. Infelizmente a resolução é baixa, consigo postar no blog, mas ampliar é outra coisa… isso me lembra que preciso urgentemente organizar meus negativos (e positivos).

    E você já fotografou em filme? Com que cãmera? Qual seu filme predileto? Deixe um comentário :)

    Câmera – Pentax MZ-5N

    Filme – provavelmente um KodakChrome (cromo/slide)

    Tratamento – RadLab

    Local – Havana (Cuba)

    4ª ao meio #021 | Fotografia São Paulo

    sexta-feira, novembro 4th, 2011
    Essa é uma Quarta ao meio diferente, engajada.
    Vou falar de CORAÇÃO. O seu coração… o meu coração… aquele que bate forte aí no peito.

    Você sabia que:

    - No mundo, as doenças cardiovasculares são a maior causa de mortes entre as mulheres, com 8 milhões de mortes por ano. Este número é oito vezes maior do que o de mortes por câncer de mama.
    - O infarto em mulheres é mais fatal do que entre os homens.
    - No Brasil, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte entre as mulheres.
    - Entre as brasileiras, 1 em cada 5 mulheres adultas está em risco de desenvolver doenças cardiovasculares.
    - Os sintomas das doenças cardíacas nas mulheres geralmente são diferentes dos sintomas nos homens. Quando o homem vai ter um infarto, costuma sentir uma forte dor no peito que irradia para os braços. Entretanto, nas mulheres é mais comum sentir náusea, fraqueza, dores gástricas e falta de ar – sintomas que podem ser confundidos com outras doenças.
    - Apesar do alto risco, poucas mulheres visitam o cardiologista regularmente.

    Mas dados estatísticos só servem para ‘avisar’ (muitas vezes me deixam com medo) e não basta ler. Temos que agir! Quais as medidas necessárias para prevenir essas doenças cardiovasculares? Simples:

    - Observar o histórico familiar.
    - A partir dos 40 anos, as mulheres devem fazer uma avaliação anual com cardiologista para rastreamento de risco cardiovascular.
    - No climatério e após a menopausa, é preciso redobrar a atenção, pois os índices de infarto aumentam.
    - Prática regular de exercícios físicos – pelo menos 30 minutos de atividade física diária.
    - Dieta balanceada, consumo reduzido de sal e açúcar.
    - Não fumar.
    - Circunferência abdominal da mulher brasileira deve ter no máximo 80 cm.

    Não vou mentir e dizer que faço tudo isso acima, quem me conhece sabe… mas em alguns minutos tenho consulta marcada com um clínico geral e vou pedir todos os exames necessários e tentar seguir algumas das sugestões mencionadas, pois não quero fazer parte de estatística nenhuma.

    Esse post faz parte de uma blogagem coletiva sugerida pela Lúcia Freitas no LuluzinhaCamp e a campanha é essa aqui: Por trás do biquini. Quer saber mais? Visite os links acima que há bastante informações e sugestões! Se você quiser participar ainda dá tempo (até 11.11) e se puder divulgue essa ação: #portrasdobiquini no twitter, Facebook, pelo e-mail.

    Cuide de seu coração!!!

    Câmera – EOS 7D
    Velocidade – 1/320seg.
    f/stop – 5
    ISO – 400
    Distância Focal – 50mm

    4ª ao meio #020 | Fotografia São Paulo

    quarta-feira, outubro 26th, 2011
    20ª Quarta ao Meio!!! Com várias engasgadas durante o percurso, mas caminhando… no final essas imagens são um apanhado de nada e tudo e mostram pedacinhos de minha vida. Uma coisa é certa, meu intuito era praticar ‘o vertical’ e funcionou. Olhando minhas fotos dos últimos meses vejo que tenho um número muito maior de fotografias verticais do que tinha antes de começar esse ‘exercício’. Quem sabe não invento algo mais, já que praticar é essencial.
    A foto abaixo foi parte do ensaio que #aos7 e eu fizemos para criar o presente de Dia dos Pais deste ano.

    Câmera – EOS 7D
    Velocidade – 1/100seg.
    f/stop – 5.6
    ISO – 200
    Distância Focal – 40mm
     

    DiaPositivo - Copyright © 2011 - Todos os direitos reservados
    Cortesia de WordPress & SLR Lounge | Customizado por Maysa Luz